3.24.2011

Prima Vera

Sei que tens dentro de si
Um terrível medo do inverno
Como se o gelo fosse pra ti
O fogo que arde no inferno

O outono, teu vil amante
Sem pudor se insinua
Derruba tua última folha restante
Somente para ver-te nua

Eis que vem o amor covarde
Cujo sol cega e o calor seduz
Então deixa o verão pra mais tarde
Pois tudo que incendeia

reduz-se a pó.

Primavera - Los hermanos
Deixa o verão - Los hermanos

2 comentários:

Alan Félix disse...

Lindo o poema, você sabe brincar com as palavras.

Charlie Bravo' disse...

Momento Own! Teu sorriso, o meu riso, belo!

Charlie B.